Cardápio vegano: conheça melhor os alimentos que o compõem

 
Você está por dentro das principais tendências de consumo alimentar? Uma delas é a alimentação vegana, que, para muitos, é considerada muito mais uma filosofia e um estilo de vida do que uma simples dieta.

Isso quer dizer que pessoas se tornam veganas não porque desejam emagrecer ou coisa do tipo. Em linhas gerais, o veganismo é uma ideologia que tem como questão central defender os direitos dos animais e ser contra qualquer forma de violência que os envolva. Assim, isso se retrata não apenas nas opções dos pratos, mas também nas escolhas do vestuário, por exemplo.

Continue nas próximas linhas para entender melhor essa questão!

Como funciona um cardápio vegano?

Como vivem e o que comem os veganos? O hábito introjetado de consumir diversos produtos de origem animal, muitas vezes, nos faz acreditar que é impossível viver sem eles no dia a dia, não é mesmo? Pois saiba que o veganismo no Brasil aumenta a cada dia, e a tendência é que se firme cada vez mais.

Uma pessoa vegana é contrária a qualquer violência ou ação do homem que agrida, maltrate ou leve à morte dos animais. Nesse sentido, o cardápio escolhido não envolve alimentos que façam parte desse ritual.

O que o vegano não come?

Dessa forma geral, a alimentação vegana não aceita carnes (nem mesmo peixe) ou qualquer outra comida que, mesmo indiretamente, venha de origem animal, como leite, ovos, mel etc. Mas isso não quer dizer que os pratos de um vegano sejam pouco saborosos ou monótonos.

Hoje em dia, existem diversos substitutos que os satisfazem bastante. Na verdade, o vegano se alimenta de uma variedade de comidas saudáveis, como legumes, frutas, feijões, aveia, entre outras. Ao mesmo tempo, engana-se quem pensa que eles estão sempre de dieta! Doces, batata frita, polenta frita, hambúrgueres vegetais e macarrão, por exemplo, podem ser consumidos por muitos deles.

O que inserir no cardápio para substituir?

Com os exemplos acima, você já deve ter percebido que é possível se alimentar com comida gostosa apenas usando substitutos, certo? Então, na sequência, veja alguns produtos legais que podem fazer parte do cardápio vegano!

Tofu

É rico em proteína e cálcio, por isso bastante procurado pelo público vegano. Seu sabor neutro permite criar pratos doces e salgados, sendo assim um coringa na cozinha.

PTS

Por conter bastante proteína, a PTS (Proteína Texturizada de Soja) é um bom substituto da carne. Existe em vários tamanhos, permitindo imitar, por exemplo, carne moída ou picada. É uma das escolhas para quem faz macarrão à bolonhesa ou estrogonofe veganos, por exemplo.

Quinoa

Uma semente bastante nutritiva em ferro, fibras e proteína. É simples de fazer, por isso muitos a adoram. Por ser versátil, pode ser consumida de várias formas, como pura, com molhos ou na salada.

Leguminosas

As leguminosas fazem parte dos alimentos mais queridinhos dos veganos. Lentilha, grão-de-bico, ervilha, feijão e tremoço podem ser usados em receitas que substituem a carne do hambúrguer, por exemplo. Além disso, são fontes de proteína, fibras e minerais.

Leites vegetais

No lugar de leite de origem animal, como o de vaca, existem os leites vegetais. Podem ser feitos à base de castanhas diversas, aveia ou soja. Nesse mesmo segmento, podemos encontrar iogurtes, manteiga, maionese e queijos.

Cogumelos

Bastante amado por muitos veganos, os cogumelos, além de gostosos, têm alto valor nutricional. São fontes de proteína e aminoácidos essenciais. São escolhas para acompanhar inúmeros pratos e criar outros tantos.

Carnes” vegetais

São produtos industrializados e imitações de carnes, como hambúrguer e salsicha. As mais comuns são feitas de soja, mas existem também as de grão-de-bico, de cogumelos ou de plantas.

Carne” de jaca

Feita da polpa de jaca verde, é vendida para ser usada em receitas diversas, como coxinha, pastel, guacamole, lasanha, estrogonofe, fricassê, farofa, entre outras.

Assim, a alimentação vegana não tem nada de entediante nem tem a obrigação de ser light. Basta conhecer os substitutos e ter criatividade para criar receitas deliciosas. Disponibilizar o máximo de opções para vendas garantirá uma clientela fiel, visto que muitos comerciantes ainda não se atentaram quanto a essas necessidades.

Gostou do conteúdo? Siga-nos em nossas redes sociais — Instagram, Facebook e LinkedIn — e acompanhe de perto outras novidades na área!
Onde Encontrar