7 Ingredientes que podem ser de origem animal presentes em produtos aparentemente vegetais

 

Quando optamos por ter um estilo de vida vegano, uma das coisas que vira rotina em nossa vida é a leitura dos rótulos dos alimentos que compramos. É muito importante conhecer as substâncias que compõem um produto para sabermos quais são os ingredientes de origem animal que fazem parte do nosso dia a dia. Por este motivo a informação é uma grande aliada do veganismo. Muitas vezes consumimos coisas que não conhecemos e que podem estar diretamente ligadas à exploração dos animais.

Nesta postagem você confere 7 ingredientes que podem ser de origem animal que estão escondidos em vários alimentos, sendo estes usados como ingredientes, reativos, ou estabilizadores. Acompanhe:

1. Ácido láctico

O ácido láctico pode ser tanto de origem animal quanto vegetal. Originalmente foi extraído do leite, porém, o mais comum de se ver atualmente é o de origem vegetal, obtido através da fermentação de amido de milho, do bagaço da cana-de-açúcar ou açúcar de beterraba. É muito utilizado para aumentar a durabilidade dos produtos, controlar o desenvolvimento de bactérias, entre outros usos. Neste caso, para saber se o ingrediente é ou não de origem animal, verifique as outras informações no rótulo ou entre em contato com o fabricante. Normalmente alimentos veganos vem especificado na embalagem.

2. Albumina

A albumina é uma proteína extraída da clara do ovo e muito utilizada para ganho de massa muscular de atletas. É muito comum encontrá-la em pó para ser consumida como Shake. É preferível evitar, a menos que haja indicação de que é uma proteína de origem vegetal.

3. Aroma natural

O aroma natural pode ser qualquer coisa, incluindo de origem animal. O ideal é evitar, a menos que haja indicação explícita de que é de origem vegetal. O aroma natural de baunilha, por exemplo,  pode ser extraído de secreções de glândulas que os castores têm junto ao ânus, chamada de castóreo.

4. Carmim/ácido carmínico

O carmim é utilizado como corante, para dar tom vermelho a alimentos, tintas, roupas e cosméticos.  É extraído de um inseto chamado cochonilha, que são esmagados para que se extraia a cor.

5. Gelatina

A gelatina é um alimento muito comum no dia a dia, principalmente de crianças. Ela é produzida a partir de ossos e ligamentos dos animais.

6. Glicerina

A glicerina pode ser tanto de origem vegetal como animal, sendo produzida a partir de gordura animal ou ser de origem vegetal/sintética. É muito utilizada em cosméticos. Neste caso é preciso ver a especificação no rótulo para saber a origem. Em caso de dúvidas o ideal é entrar em contato com o fabricante.

7. Vitamina B12

A vitamina B12 tem origem tanto animal quanto vegetal. Normalmente seu consumo se dá por meio da ingestão de carne e derivados animais. Outra forma de extrair a vitamina B12, sem exploração animal, é através do levedo de cerveja e as algas marinhas, que são inseridos como suplementação em alimentos veganos.

Esses foram alguns exemplos de ingredientes de origem animal que estão inseridos nos produtos que consumimos no dia a dia e que muitas vezes não temos conhecimento de onde é feita a sua extração. Uma dica muito importante é ver se o produto tem o selo do Certificado SVB Vegano. Essa é uma garantia que todos os ingredientes e etapas de produção estão livres de exploração animal. 

 

Todos produtos Vida Veg possuem o Selo SVB Vegano, que certifica nosso cuidado em oferecer produtos éticos e saudáveis.

 

Outros conteúdos Vida Veg:

Onde Encontrar