5 substitutos do leite para investir e atender novos públicos

 
Embora o leite de origem animal seja considerado um alimento básico na dieta de muitas pessoas, seu consumo está diminuindo cada vez mais. Hoje em dia, há no mercado ótimas opções para substitutos do leite que também podem ser consumidos como bebida, adicionados a café ou chá e utilizados com cereais, por exemplo.

Neste artigo, apresentamos os motivos para você disponibilizar opções de leite vegetal nas prateleiras de seu supermercado, assim como os 5 principais substitutos do leite que não podem faltar. Continue a leitura e confira!

Por que é importante oferecer alternativas diferentes?

Com o público buscando sempre mais alimentar-se de maneira saudável, a procura pelos substitutos do leite só aumenta. Algumas pessoas desejam consumir um alimento com melhores propriedades nutricionais para o organismo de um ser humano, outras por serem alérgicas ou por terem intolerância à lactose.

Muitos consumidores relatam ter abolido o leite de suas vidas também por tentarem emagrecer ou simplesmente por não gostarem do gosto. Independentemente da motivação, como os laticínios são uma das fontes mais importantes do mineral cálcio, é essencial substituí-los por alternativas capazes de suprir as necessidades diárias do organismo.

Quais são os 5 principais substitutos do leite?

Agora que você já sabe a importância de oferecer outras alternativas para o público consumidor, conheça 5 substitutos do leite que não podem faltar em seu supermercado, suas características, vantagens e desvantagens.

1. Leite de amêndoas

Esse leite é feito com amêndoas inteiras ou a partir da manteiga de amêndoa e água. Conta com um sabor levemente adocicado e uma textura leve. Ele pode ser usado como um substituto do leite de vaca em produtos de panificação e sobremesas, iogurtes vegetais, adicionado ao café e chá ou misturado em smoothies.

Em comparação com o leite de origem animal, contém menos da metade de gordura e menos de um quarto das calorias. Da mesma forma, é significativamente menos rico em carboidratos e proteínas. É uma excelente opção para aqueles que precisam diminuir o número de calorias que têm consumido ou também para quem quer emagrecer.

Além disso, esse leite extraído da amêndoa é uma fonte natural de vitamina E — antioxidante que ajuda a proteger o corpo de substâncias causadoras de doenças chamadas de radicais livres.

2. Leite de coco

Esse ótimo substituto do leite é feito com água e com a polpa branca de coco marrom. Tem um sabor sutil de coco doce e uma textura cremosa. Ele contém cerca de 30% das calorias do leite comum, metade de gordura e uma quantidade significativamente menor de carboidratos e proteínas.

Pode até não ser a melhor opção para aqueles que têm maiores exigências de ingestão de proteínas, mas é muito adequado para quem procura reduzir o consumo de carboidratos. Além disso, aproximadamente 90% das calorias do leite de coco vêm da gordura saturada.

3. Leite de soja

Trata-se de um leite feito com soja ou isolado de proteína de soja e, em muitos casos, contém óleos vegetais e espessantes para melhorar a consistência e o sabor. Normalmente, o leite de soja tem consistência cremosa e sabor suave. Ele funciona melhor em cima de cereais, com café ou como um substituto para o leite de vaca em pratos salgados.

É uma das poucas fontes vegetais de proteína “completa” e de alta qualidade, que fornece todos os aminoácidos essenciais ao organismo, os quais não podem ser produzidos pelo corpo e devem ser obtidos por meio da dieta.

Quando o assunto é nutrição, essa bebida derivada da soja é uma substituta não íntegra do leite de vaca, visto que contém uma quantidade parecida de proteínas, mas aproximadamente metade do número de gorduras, carboidratos e calorias.

4. Leite de arroz

Naturalmente, esse leite é feito de água e arroz branco (ou marrom). Em muitos casos, contém espessantes para melhorar textura e sabor. Entre os leites não lácteos, o leite de arroz é o menos alergênico. Isso faz com que seja um substituto seguro para pessoas com alergias ou intolerâncias ao glúten ou à lactose.

Trata-se de um leite doce por natureza e de consistência suave e levemente aguada, sendo uma ótima opção para beber por conta própria, fazer iogurtes vegetais, sobremesas, smoothies ou misturado à farinha de aveia.

Em comparação com o leite de vaca, o de arroz contém um número similar de calorias, mas quase o dobro da quantidade de carboidratos. Também conta com bem menos gorduras e proteínas.

Além disso, pode não ser a melhor opção para indivíduos com diabetes, pois tem um alto índice glicêmico — isso significa que ele é absorvido rapidamente no intestino e aumenta bastante os níveis de açúcar no sangue.

Também vale destacar que esse derivado do arroz pode não ser a melhor opção entre os substitutos do leite para idosos, atletas e crianças, pois esses grupos de pessoas têm maiores necessidades de proteínas.

5. Leite de aveia

Basicamente, o leite de aveia é feito a partir da mistura de água e aveia, embora alguns fabricantes adicionem ingredientes extras como sal, óleos e goma a fim de chegar ao sabor e à textura desejáveis. Trata-se de um leite que é naturalmente suave em sua consistência e doce no sabor. Ele pode ser usado da mesma forma que o leite comum na culinária e fica muito gostoso com smoothies ou cereais.

Esse tipo de leite contém uma quantidade similar de calorias à do leite de vaca, cerca de metade de proteína e gordura e até o dobro do número de carboidratos. A título de curiosidade, o leite de aveia é rico em fibras totais e beta-glucano, um tipo de fibra solúvel que forma um gel espesso à medida que passa pelo intestino.

Por sua vez, esse gel se une ao colesterol e reduz sua absorção no organismo. Esse processo ajuda a diminuir os níveis de colesterol, especialmente o colesterol tipo LDL, que é associado a um risco aumentado de doenças cardíacas.

Por fim, quem vai ao supermercado hoje em dia está à procura de alimentos mais saudáveis e mais ricos em nutrientes. Por isso, o empresário que ficar atento aos principais movimentos e tendências do mercado alimentar não deixará faltar substitutos do leite em seu estoque. Afinal, não se pode deixar de atender aos clientes e muito menos perder faturamento em meio à tanta procura, não é mesmo?

Onde Encontrar