A importância da proteína para nosso organismo e como consumi-la!

 
O nosso organismo necessita de alguns nutrientes para se manter saudável e conseguir realizar adequadamente suas funções vitais. Diante disso, é inegável a importância da proteína, das fibras, dos carboidratos, das gorduras boas e de outros componentes presentes nos alimentos.

Neste texto, nosso foco é a proteína. Vamos mostrar o papel dela no organismo humano, as fontes mais convencionais, opções saudáveis de origem vegetal, entre outros tópicos afins. Continue a leitura e saiba mais sobre esse nutriente poderoso!

Qual a importância da proteína para o ser humano?

As proteínas são um tipo de macromolécula constituídas por aminoácidos dispostos de forma específica. Elas são compostas de elementos como carbono, enxofre, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio. Raramente, também contêm fósforo. Cerca de metade das estruturas secas do corpo é feita de proteínas. Por esse motivo, elas são responsáveis pelo aumento e pela reconstituição de tecidos celulares de vários tipos, como músculos e ossos. Confira mais algumas funções vitais das proteínas, que revelam como elas são indispensáveis para o ser humano:
  • realizam a metabolização celular;
  • promovem a contração dos músculos;
  • repõem a energia consumida pelas células;
  • produzem anticorpos, enzimas, hormônios e neurotransmissores;
  • disseminam por meio do sangue substâncias variadas pelo corpo, como remédios e nutrientes.

Qual a diferença entre proteína animal e vegetal?

As proteínas de origem animal são as mais consumidas, mas não as únicas existentes. A proteína vegetal também é uma alternativa que vem ganhando espaço cada dia mais principalmente entre aqueles que buscam uma alimentação mais saudável e não querem consumir carne, leite e ovos. Mas ela gera algumas dúvidas por ser menos popular. A característica mais contrastante entre as duas fontes é a quantidade de aminoácidos. Além disso, as carnes costumam ter um volume prejudicial de gorduras saturadas, que são danosas ao sistema cardiovascular e podem acarretar problemas de coração, acidente vascular cerebral (AVC) e aumento de peso. Tudo isso quando há excesso na ingestão. O exagero de proteína animal também pode provocar:
  • artrite;
  • osteoporose;
  • formação de cálculos;
  • problemas digestivos;
  • patologias degenerativas;
  • desenvolvimento de cânceres;
  • elevação do colesterol ruim (LDL);
  • enfraquecimento do sistema imunológico.
Já as fontes proteicas vegetais proporcionam aminoácidos de acordo com os alimentos, que variam na quantidade desses nutrientes. Portanto, é preciso consumir diferentes tipos de fontes vegetais de proteínas para obter todos os aminoácidos essenciais ao organismo. Conheça algumas vantagens da proteína vegetal:
  • atende a todos os públicos;
  • proporciona melhor digestibilidade;
  • fornece a quantidade ideal de aminoácidos;
  • são zero colesterol.

Como consumir proteína na dieta vegetariana/vegana?

A nutrição vegana e a vegetariana não precisa ficar sem esses componentes primordiais ao organismo, somente por serem diferentes das convencionais. É possível obter proteínas de fontes não animais por meio de alimentos como: Viu só a importância da proteína para o corpo? Ela é indispensável em qualquer tipo de dieta. Por isso, escolha bem os produtos, verifique sempre a tabela nutricional deles e conte com a ajuda de um especialista para montar um plano adequado às suas necessidades. Se você quer seguir uma filosofia e um estilo de vida mais saudável, aproveite a visita e leia também o nosso texto sobre os alimentos que compõem o cardápio vegano.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
 

Outros conteúdos Vida Veg:

Onde Encontrar